Pescador

A partir do século XVI os portugueses chegaram a Santa Catarina e construíram os primeiros povoados. Mas foi somente em meados do século XVIII que o litoral catarinense foi de fato ocupado. Naquela época, o Sul do Brasil era alvo de disputa entre os impérios de Portugal e Espanha. Para assegurar a conquista do território, os portugueses providenciaram a vinda de colonos das ilhas de Açores e Madeira, que tinham excedente populacional.
 
Os açorianos instalaram-se em pequenas propriedades e trabalharam na agricultura de subsistência, além da pesca artesanal. Legaram aos descendentes uma significativa herança cultural, que se manifesta na arquitetura, na culinária baseada em frutos do mar, no sotaque peculiar e num folclore rico em alegorias. Em todo o litoral catarinense há marcas dessa cultura.
 
O museu do pescador é uma homenagem ao pescador artesanal catarinense, ambiente que reproduz o seu trabalho, reunindo embarcação, equipamentos e acessórios utilizados na pesca artesanal no litoral catarinense.