Répteis

Os répteis surgiram a partir de um grupo de anfíbios primitivos e foram os primeiros vertebrados que se adaptaram á vida terrestre sem depender de água para a reprodução e respiração.

Como mudanças evolutivas podemos citar: pele mais resistente à perda de água, seca, sem glândulas, revestida por escamas epidérmicas, placas córneas ou ainda por placas ósseas formando uma carapaça que protege o animal contra a desidratação; ovo com casca resistente à perda de água, com cavidade amniótica; a principal excreta nitrogenada é o ácido úrico para diminuir a perda de água para o ambiente.

São ectotérmicos ou pecilotérmicos pois não possuem a capacidade de gerar seu próprio calor corpóreo. Seu metabolismo está diretamente relacionado com a temperatura. Ao contrário dos homeotérmicos, a oscilação de temperatura durante o dia e a noite é importante, pois o animal depende dela para ajustar a sua temperatura corpórea ideal.
Os répteis do Zôo são monitorados para que se conheçam seus hábitos sociais e reprodutivos. Para facilitar esse trabalho, são implantados neles: microchip ou marcação especial com um número para melhor identificação.